20/06/2022 às 15h32min - Atualizada em 22/06/2022 às 09h57min

Diversidade nas empresas: ensino de inglês afrocentrado

Implementação de ensino de idioma a partir da cultura da diáspora africana é uma medida de diversidade que está sendo adotada pelas companhias

SALA DA NOTÍCIA Laise Alves
Pixabay

O mercado de trabalho há muito tempo vem sendo competitivo e neste quesito ultrapassou barreiras e fronteiras, não tão somente na constante pressão por inovação, mas também para atuação globalizada e a necessidade de qualificação profissional. Com a adaptação do ensino remoto, os cursos que antes eram presenciais hoje podem ser feitos de modo online em instituições nacionais e internacionais. 

Algumas empresas mais engajadas na promoção da diversidade e buscando reter talentos, promovem ações de capacitação profissional visando aspectos culturais em parcerias com instituições que têm a inclusão social como pauta. 

Para a CEO da Ebony English, Marta Celestino. “É notável que conversar sobre negritude e sociedade é importante para as pessoas negras se sentirem num ambiente profissional seguro, acolhedor e promissor. Isso impacta diretamente no desenvolvimento de carreira e no quanto as pessoas empreendem onde estão. Se a empresa favorece a construção dessa segurança, definitivamente vai reter talentos e promover ascensão profissional e social, o que ataca diretamente o racismo estrutural e coloca essas empresas engajadas no papel de fortes lideranças para uma mudança social que promova sustentabilidade e equidade”. 

A Ebony English é pioneira no ensino de inglês com cultura negra e empresas como a Google, Spotify, Netflix, Fundação Ashinaga e a Cognizant têm investido em parcerias produtivas. Os cursos de inglês são a principal oferta desse trabalho, onde durante todo o processo de aprendizado do idioma os alunos estão expostos às pautas de diversidade que engloba referências culturais ou mesmo  os assuntos do momento como: racismo algorítmico; economia criativa; personalidades negras; comida; destinos; música;  etc. Tudo em inglês, com muito foco em conversação.

Para as empresas que não oferecem o curso de idiomas como um benefício para seus funcionários, a instituição promove os encontros em formato de roda de conversa, onde são eleitos temas relevantes para o letramento racial corporativo. Nesse tipo, estão envolvidos colaboradores de todas as frentes de trabalho para trazerem durante esse processo o compartilhamento das histórias e experiências ao longo da vida.

No que tange à língua inglesa, o Brasil está longe de ser um país referência com profissionais que falem o idioma. Uma pesquisa recente do British Council revelou que apenas 1% da população brasileira tem fluência no idioma, deixando o país no 60º lugar do ranking.

“Muito mais do que competitivo, o mercado de trabalho navega na diversidade etnico racial brasileira com muita dificuldade. As empresas não entendem como atrair talentos diversos ao mesmo tempo que não enxergam nitidamente que não refletem a estrutura social brasileira (com 54% da população se auto declarando negra).  Qualificar formalmente colaboradores é parte desse processo de atração e retenção de bons profissionais. Hoje, entendemos a necessidade de estudar um idioma que é universal e com o avanço da pandemia e a possibilidade de se trabalhar Home Office muitas empresas estrangeiras têm buscado mão de obra brasileira para prestação de serviços” enfatiza Marta Celestino. 

A ideia de investir em talentos dentro da própria empresa, é enxergar que a organização tem um olhar atento para o crescimento dos colaboradores. Porém para construção de um time de peso e ser um dos grandes diferenciais do mercado em si, é essencial que as organizações invistam em estratégias para reter talentos nos negócios e de espaços para construção de habilidades e competências dentro das organizações. 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://agoravirounoticia.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp